Projeto que garante educação bilíngue para surdos é aprovado em SC

Um projeto de lei que garante os direitos da comunidade surda no Estado foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). A proposta que trata dos direitos das pessoas com deficiência sugere mudanças com relação ao acesso de estudantes com deficiência à educação bilíngue nas escolas de SC.

O projeto do Deputado Estadual Estêner Soratto (PL), determina que a rede pública estadual de ensino garanta acesso à educação bilíngue em Língua Brasileira de Sinais (Libras) como primeira língua, e em Língua Portuguesa escrita, como segunda língua, no processo de ensino aprendizagem, desde a educação infantil até a educação superior, a todos os estudantes surdos, surdocegos, com deficiência auditiva sinalizante, surdos com altas habilidades ou superdotação ou com outras deficiências associadas.

“Com esta aprovação, a Casa vai assegurar às pessoas surdas que tanto buscam igualdade em Santa Catarina mais direitos. Aproveito para parabenizar o grande trabalho feito pela Associação Lagunense de Pais e Amigos dos Surdos (Alpas). A proposta surgiu a partir de várias reuniões com diretores e representantes da entidade e também do IFSC bilíngue”, destaca o Deputado.

A proposta também prevê que na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental a educação bilíngue seja oferecida por meio de professor bilíngue, preferencialmente surdo. Com a aprovação no plenário da Assembleia, o projeto de lei vai para sanção do Governador Jorginho Mello (PL), para virar lei. A conquista representa um marco importante na luta pela inclusão e igualdade de oportunidades para todos os catarinenses.

Receba outras notícias pelo WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Sul SC.

RECOMENDADAS PARA VOCÊ​

Scroll to Top